A Lei de Deus

Os Dez Mandamentos ou o Decálogo é o nome dado ao conjunto de leis (regras) escritas por Deus em duas tábuas de pedra e entregues a Moisés em Horebe (Êxodo 3) na península do Sinai.

Península do Sinai: Península montanhosa e desértica do Egito, entre os golfos de Suez e Aqaba. Uma península, do latim paene (quase) e insula (ilha), é uma formação geológica consistindo de uma extensão de terra de uma região maior que é cercada de água por quase todos os lados, com exceção do pedaço de terra que a liga com a região maior, chamado istmo. clique e veja a Península do Sinai.

AS DUAS TÁBUAS DA LEI

As tábuas continham dez leis morais que Moisés havia recebido de Deus para o seu povo (Êxodo 19, Êxodo 20. 1-17 e Êxodo 31. 18).

Se as tábuas eram quadradas ou estilo colonial, isso não importa. O que deixa dúvida é: Porque duas tábuas ao invés de uma, afinal todos os dez mandamentos caberiam facilmente em uma só tábua, facilitando assim o seu manuseio.

?

Analisando uma passagem bíblica que está em Mateus 22. 34 a 40, quando os fariseus perguntaram a Jesus qual o maior mandamento na lei, comecei a entender o motivo de duas tábuas ao invés de uma. Veja a passagem bíblica abaixo.

O MAIOR DOS MANDAMENTOS - Mateus 22. 34-40

E os fariseus, ouvindo que ele fizera emudecer os saduceus, reuniram-se no mesmo lugar. E um deles, doutor da lei, interrogou-o para o experimentar, dizendo: Mestre, qual é o grande mandamento na lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas.

Na passagem acima vemos uma divisão na lei de Deus: Veja "Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas".

Está passagem encontra-se também em Marcos 12. 28-34.

Podemos observar na passagem bíblica acima, que Jesus apenas recitou o que era de conhecimento dos estudiosos: Amar a Deus sobre todas as coisas (Deuteronômio 6. 5), e ao próximo como a ti mesmo (Levítico 19. 18), destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. Porém, mesmo tendo o conhecimento da lei de Deus, os fariseus vinham colocando o Sábado como o maior dos mandamentos, mas para Jesus não existia um mandamento maior do que o outro.

Mas porque Deus dividiu em duas partes os seus mandamentos?


Não há nenhum relato bíblico de que Deus escreveu quatro dos mandamentos em uma tábua e seis na outra, mas sabemos que foram escritos por Deus em duas tábuas de pedra separadas (Êxodo 19, Êxodo 20 e Êxodo 31. 18). Mas se você tiver pelo menos uma noção da palavra de Deus logo vai entender que os quatros primeiros mandamentos refere-se a Deus para o homem, e os outros seis do homem para o homem, e nenhum deles é maior do que o outro. Por isso que foram escritos em tábuas separadas. O que Jesus quis dizer aos fariseus foi: Se amas a Deus, guarda os quatros primeiros mandamentos, e se amas a teu próximo como a ti mesmo, guarda os outros seis. Os fariseus tinham conhecimento desta verdade, e mesmo assim estavam colocando o Sábado acima dos outros mandamentos, além de criar tradições de homens para aquele dia, invalidando assim o quarto mandamento.

OS DEZ MANDAMENTOS DE DEUS - Êxodo 20. 1-17.

Deus dividiu em duas partes a sua lei: Do primeiro ao quarto mandamento, refere-se a obediência do homem para com Deus, e os outros seis, refere-se a obediência do homem para com o homem, por isso que foram escritos em tábuas separadas. De uma olhada na lei abaixo e veja o porque das duas tábuas.


DO PRIMEIRO AO QUARTO MANDAMENTO - DE DEUS PARA O HOMEM

1 - Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim.

2 - Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam, e uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.

3 - Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.

4 - Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.


DO QUINTO AO DÉCIMO MANDAMENTO - DO HOMEM PARA O HOMEM

5 - Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.

6 - Não matarás.

7 - Não adulterarás.

8 - Não furtarás.

9 - Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

10 - Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.